CES/RJ prestigia etapa da Conferência Nacional Livre, Democrática e Popular de Saúde na Fiocruz

A convite da Fundação Oswaldo Cruz – Fiocruz, o Conselho Estadual de Saúde do Rio de Janeiro – CES/RJ, representado por Rosemary Mendes Rocha, suplente da presidência do CES/RJ, integrou a Mesa de Abertura da etapa descentralizada da Conferência Nacional Livre, Democrática e Popular de Saúde, realizada nesta última sexta-feira (15/-7), na Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, Campus Manguinhos da Fiocruz.

Mesa de Abertura.

A abertura envolveu a participação de uma série de movimentos populares, instituições e organizações comunitárias, tais como: Conselho Estadual de Saúde do RJ, Conselho Comunitário de Manguinhos (CCM), Organização Mulheres de Atitude (OMA-Manguinhos), Conselho Gestor Intersetorial Teias Manguinhos (CGI-Manguinhos), a Redes da Maré, o Espaço Democrático de União, Convivência, Aprendizagem e Prevenção (Educap), o Portal Favelas, o Sindicato dos Servidores de Ciência, Tecnologia, Produção e Inovação em Saúde Pública (Asfoc-SN), a Associação Brasileira de Imprensa (ABI), o Centro Brasileiro de Estudos de Saúde (Cebes), o Centro de Estudos e Ações Solidárias da Maré (CEASM), a Comissão dos Agentes Comunitários de Manguinhos (Comacs), o Instituto de Educação e Pesquisa Social João Calvino (IEPS), o Ballet Manguinhos, o Instituto Raízes em Movimento, Coletivo Mulheres, dentre outros.

Rosemary Mendes Rocha.

O evento antecedeu a 1ª Conferência Livre, Democrática e Popular de Saúde da Grande Leopoldina, no Auditório da UNISUAM, em Bonsucesso, zona norte do Rio de Janeiro que, por sua vez, integra o ciclo de conferências organizadas pela Frente Pela Vida preparatórias para a Conferência Nacional Livre, Democrática e Popular, também integrande da 17ª Conferência Nacional de Saúde, que será realizará em 2023, em Brasília.

Estudantes da Fiocruz.

A1ª Conferência Livre, Democrática e Popular de Saúde da Grande Leopoldina “reafirma a importância da participação popular num amplo redesenho civilizatório de nossa nação, colocando a vida em primeiro lugar em todas as políticas, com a refundação do Sistema Único de Saúde democrático, descentralizado, gerido com base técnica e soberania popular, reconhecendo outros saberes e práticas curativas para além da biomedicina, de modo a constituirmos uma ação equânime que contemple em qualidade e no acesso os grupos populacionais vulnerabilizados”.

Etapa descentralizada da Conferência Nacional Livre, Democrática e Popular de Saúde, realizada nesta última sexta-feira (15/-7), na Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, Campus Manguinhos da Fiocruz.

Já a etapa da Conferência Nacional Livre, Democrática e Popular de Saúde na Fiocruz teve como objetivo “ampliar a mobilização da comunidade da Fundação e da sociedade em defesa da vida, da democracia e do SUS 100% público e de direito universal, assim como contribuir com proposições organizativas e programáticas para as demais etapas estaduais e nacional da Conferência Nacional Livre Democrática e Popular de Saúde.

Flavio Campos da Silva (camisa xadrez), secretário executivo do CES/RJ também esteve presente.

Agradecimento especial do CES/RJ para Paulinho Atuante, membro da Fiocruz e do Conselho Nacional de Saúde, que esteve pessoalmente na última Reunião Ordinária do conselho para efetuar o convite.

A conferência foi realizada de maneira híbrida.

Daniel Spirin Reynaldo/Ascom CES-RJ

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s